29 de mar de 2012

Miostatina.

Anos atrás essa cadela foi tema de vários e-mails pela net. Porém só mandaram fotos e as pessoas achavam que era montagem, inclusive eu. Hoje eu achei um vídeo dela feito pelo Animal Planet Channel e vou postar um link sobre o que houve com ela.
LINK: Miostatina

APBT

Esse vídeo eu não pude deixar de postar. Não descobri que cão é esse, mas merece um post. Carcaça rasgada...

Pakete

Pakete é um neto do Goliath (Old School Gotti) fechado na Razor's Edge antiga (Short Shot e cia). Ele é um pouco selado, mas temos que levar em conta a pouca angulação de posteriores. Quem tem um olho clínico sabe que trata-se de um puta cão.

Mr.Champagne

Mr. Champagne é um belo cão que possui no pedigree cães pioneiros do mundo American Bully. Tem um fenótipo carcacterístico dos Old School Gottiline (Greyline/New Troijan) e Razor's Edge.

Greyline's Raider II and Greyline's Calee Love

Vídeo histórico dos pais do grande Juan Gotti. As imagens não estão boas, mas dá pra ter uma noção dos cães.

17 de mar de 2012

Las Vegas Bully Palooza 2012

Cali Finest 1st Abkc Show

Bullyfest - Bakersfield

O padrão do American Bully 2.

Esse post será para reiterar algumas colocações que fiz no post anterior. Eu sabia que geraria polêmica e já previa o que seria questionado por alguns leitores.
No texto anterior escrevi que Mr. Miagi tem uma aparência que se enquadra mais para um Shorty Bull do que na de um American Bully. Não disse que ele seja um Shorty Bull! Cães como Panic e DAX também foram citados como se estivessem sendo descartados por mim. Ora, não queiram comparar fenotipicamente Panic ou Dax com qualquer cão que tenha um fenótipo similar ao do Mr. Miagi. Panic é um cão extremado. Seus defeitos são de certa forma compreensíveis. Até porque são previsívieis para um cão de sua linhagem. Apesar de abrir cotovelos, ter aprumos ruins e uma linha superior quebrada, possui outras características que compensam os defeitos. Seu fuço ainda tá num limite tolerável. É um cão que deve ser cruzado nas cadelas certas. Já Dax também é um exemplar peculiar. Eu, pessoalmente, não gosto dos descendentes do Romeo porque a maioria apresenta muitos defeitos indesejáveis. Principalmente o fuço muito curto. Contudo, Dax também apresenta características que compensam seus defeitos. É mais um que deve ser acasalado nas cadelas certas para não gerar cães bizarros.


10 de mar de 2012

O padrão do American Bully.

Há algum tempo venho pensando em escrever esse post. Relutei um pouco até que na semana passada li um tópico no Orkut, dentre vários outros, e resolvi que era o momento.
O tema é sobre o padrão da seleção feita entre American Pit Bulls e American Staffordshires ao longo de alguns anos e hoje conhecida por American Bully. Sabe-se que o pioneiro nos EUA foi o fundador da Razor's Edge, Dave Wilson, contudo projetos paralelos com o mesmo objetivo também existiram. Greyline deu origem a Gottiline e assim foi. O objetivo dessa seleção foi o de obter cães com a aparência dos seus descendentes (pits/am. staffs) porém mais baixos, musculosos, de cabeça mais poderosa e mais sociáveis. Apesar das diferentes linhas de sangue, os criadores sempre mantiveram um fenótipo sadio até certas gerações. O termo sadio se refere à uma morfologia que não compromete a finalidade do cão. Ou seja, um cão polivalente como o Pit Bull e o Am. Staff deve possuir características peculiares para que possa desenvolver suas atividades e, com o American Bully, a coisa não é diferente. Haja vista o objetivo da sua seleção citado anteriormente. Um cão para ter drive, se movimentar com agilidade, necessita ter bons aprumos e bons encaixes de cotovelos. Para tolerar altas temperaturas, não pode ter um focinho demasiadamente curto. Resumindo, o American Bully não deve ter um fuço muito curto, não deve abrir cotovelos, não pode ter uma cabeça leve, não deve ser anti-social, não deve ter pata espalmada e outros detalhes mais.
Bom, atualmente a ABKC reconhece cinco variações morfológicas: standard, classic, pocket, XL e extreme. Creio que ela deva criar mais uma daqui um tempo. Isso porque alguns exemplares se enquadram na variação BIZARRA (bizarre). Dentre os bizarros um canil tem se destacado, o "The Bully Camp", onde um de seus padreadores é o Mr. Miagi. Trata-se de um cão que apresenta um fenótipo muito desfavorável. Só para citar alguns defeitos seu fuço é curtíssimo e seus cotovelos muito abertos. Ele tá muito mais para um "Shorty Bull" do que para um American Bully. Na verdade, a maioria dos fechamentos que vi no G2 não deram boa coisa. Ainda pode ser que seja cedo para julgar Mr. Miagi, mas, de antemão, muitos de seus descendentes herdaram seu fenótipo defeituoso.
É preciso ter cuidado ao selecionar um plantel. Não basta se deixar levar pelo gosto pessoal. A saúde e a finalidade dos cães devem ser levadas em consideração. Quem conchece sabe das consequências de um cotovelo aberto (displasia de cotovelo/artrose), de um fuço curto demais (hipertermia/dificuldade respiratória). Isso tudo limita
a movimentação e compromete a longevidade do cão. Muitas das presepadas que algumas pessoas cometem são em virtude da falta de informação, de conhecimento.
Logo abaixo disponibilizarei o vídeo do Mr. Miagi e outro de um verdadeiro American Bully.