17 de dez de 2013

ENTREVISTA COM DAVE WILSON – ABKC REALIZADA VIA E-MAIL EM
06/12/2013
 
Tradução: Guilherme Meireles Ramos - SP.
Agradecimento: Rodrigo Pitbul – ABKC Judge.
 
 
 
 
1 – O que é um legítimo American Bully? O American Bully é uma raça ou
apenas um padrão?


O verdadeiro Bully americano é uma raça que foi certificada pela ABKC.
Em 2004, o ABKC criou um padrão da raça e um critério, que são os
requisitos necessários para um cão para ser elegível para e inserido em livros
genealógicos da raça.
Os cães precisam ser submetidos a uma avaliação para serem
acrescentados aos livros genealógicos da raça como reprodutores (IE:
Inscrição Individual), se estes cães preencheram o critério exigido, seriam
certificados como American Bully. Este critério fica mais rigoroso ao longo do
tempo até que, eventualmente, seguindo assim a cada ninhada.
2 – De acordo com a descrição da raça no site da entidade o American
Bully possui apenas um padrão sem um fenótipo único para raça?

O Bully Americano tem um padrão para a raça, no entanto, existem
alterações a este padrão dividido em variedades. Variedades são com base na
altura e substância, mas além dessas duas especificações o padrão da raça é
o mesmo.
Existe uma variedade de padrões, mas todos dentro de um padrão de

base da raça o STANDARD. O POCKET, que se baseia em ter um limite em
uma certa altura. Existe a variedade XL que é baseado em ter mais altura. Há o
XTREME que são cães que possuem mais substância e massa do que a

variedade standard.

Há a variedade CLASSIC que são cães que não possuem a mesma

substância e massa como a variedade standard.

*TODA VARIEDADE É JULGADA A PARTIR DO PADRÃO. Todas

estas variedades devem ir ao mesmo sentido padrão da raça com as exceções
das alterações altura/massa.
3 – Por que ao longo dos anos vimos diversos campeões com fenótipos
tão diferentes? É possível ilustrar com alguns exemplos de cães os
objetivos fenótipos da entidade?

Isto foi explicado na pergunta anterior. Todos os cães com menos de um
ano de idade são considerados standard e competem juntos. Depois de um
ano de idade, eles são divididos em variedades e competem separados. (Você
não pode determinar completamente a variedade até que os cães estejam
maduros). Uma vez que um cão atinge seu título de Campeão/Grande
Campeão, eles competem contra os outros cães da mesma classe e devem ser
julgados como a melhor representante de sua variedade.
A razão pela qual existem diferentes fenótipos é porque esta raça foi
criada por uma mistura de diferentes linhagens. Criadores destas linhas
criaram diferentes direções, tanto quanto a altura/massa, e daí então foram
criado feiras para julgar as variedades.
4 – Não seriam as variedades como Extreme e Classic também
responsáveis pela grande diversificação de fenótipos? A entidade ainda
pretende continuar trabalhando com tantos padrões e alguns que hoje
são pouco produzidos?

Classic e Extreme são extremos opostos de massa para a raça. A
variedade Classic foi adicionada porque muitos criadores preferem as linhas de
ascendência, que não possuem a mesma massa. A variedade extrema foi
adicionada para algumas linhas como Gotti, que foram criados para levar mais
massa. Ambas as variedades ainda deve ser o correto para o padrão e,
novamente, eles têm o mesmo padrão, com a exceção das alterações de
massa.
A ABKC agora tem um critério muito rigoroso para registro único, e está
negando muitos cães que estão sendo inseridos nos livros genealógicos.
Alguns exemplos de cães que não atendam aos requisitos de critério são: cães
portadores de traços fora da raça ou de outras raças, os cães com
deformidades, cães com problema de saúde, e impropriamente se importava
para os cães. A razão para isto é que para a raça atingir a pureza ela tem de
manter no padrão (STANDARD). O critério tem de se tornar mais rigoroso ao
longo do tempo para eventualmente fechar os livros genealógicos
completamente. Nesta fase, na raça, o ABKC está limitando o critério para
garantir uma raça saudável e para a preservação da mesma e sua pureza.
5 – Nos Estados Unidos a ABKC faz vistorias às ninhadas e aos pais
antes de emitir o certificado para ter um maior controle sobre a emissão
de pedigree? Isso também é possível ocorrer em outros países?

Sim, isso é verdade. E neste momento para os cães fora dos EUA todos
os inscritos devem enviar as suas documentações diretamente para o escritório
para inspeção e determinação. Com o tempo, esperamos ter representantes
treinados em todos os países para ajudar neste processo, mas como todos nós
agora, é muito difícil encontrar alguém que vai fazer isso exatamente como o
escritório principal faz sem favoritismo ou política.
6 – É possível realizar algum curso no Brasil ou algum material digital
para qualificar uma equipe selecionada para ter um olhar técnico de
acordo com a visão da entidade, mesmo sem ter uma sede no país?

Sim, estaríamos interessados em entrevistar e treinar representantes
ABKC no Brasil. E nós sabemos que a verdadeira maneira de soletrar Brasil é
com S.
7 – Se em uma ninhada apenas um dos pais tiver ABKC a ninhada pode
ser registrada como legítimos American Bullies? Pois esse é o principal
argumento para a inserção indiscriminada de mixbreed dentro dos
registros.

Ambos os pais têm que ser ABKC registrado para registrar a ninhada.
Se houver qualquer pergunta ou dúvida a ABKC pode e vai exigir o DNA.
8- Um APBT/AST quando legitimamente registrado como American Bully
passa a ser desconsiderado da sua antiga raça?
Este novo American Bully pode ser utilizado para um cruzamento entre
Pit e Staff fora dos padrões e os filhotes passarão a ter o ABKC ou fica
proibido inserir novamente essas raças?

As únicas raças elegíveis para serem inseridos em livros genealógicos
das raças como reprodutores são o American Pit Bull Terrier e o American
Staffordshire Terrier. Ambas as raças ainda tem que cumprir os requisitos
estabelecidos no critério.
9 – Um cão ABKC que vende stud para Pits, Staffs e Bulldogs corre o
risco de ter o seu registro cassado por causa de uma má conduta de
acordo com o código de ética da entidade?

Qualquer violação do Código de Ética pode resultar em revogação ou
suspensão, expulsão do canil ou pedigree.
10- Quando a entidade recebe denúncias de irregularidades de cães com
pedigree ABKC quais são as providências para apuração dos fatos?
Essas apurações ocorrem em países onde não tem nenhum representante
da entidade?

A ABKC leva muito a sério as queixas e tomará as medidas necessárias
para investigar e determinar a resolução. A ABKC acolhe a todos os
comentários, sugestões.
Esta ainda é uma raça jovem em sua fase de desenvolvimento, a ABKC
é quem criou o nome da raça, o critério de raça, e os padrões da raça. A ABKC
se dedica a proteger esta raça e assegurar a sua preservação futura.
A ABKC é uma empresa criada exclusivamente para esta raça e os seus
apoiadores, vamos continuar a trabalhar para você e para a raça.
Esperamos ter em breve shows no Brasil e ser testemunha dos grandes
cães e pessoas desse país. Agradecemos por seu apoio e vamos continuar a
crescer e apoiar vocês.
Todo o respeito.

Nenhum comentário: